Melhores vitaminas para dar energia e disposição

Complexo B, vitamina C, vitamina D, coenzima Q-10, ferro, zinco, magnésio, cafeína e fosfatidilserina são as melhores vitaminas para dar energia e disposição. Cada um desses nutrientes contém princípios ativos específicos que fazem a diferença tanto nos treinos como no dia a dia.

Reunimos uma lista com as 9 melhores opções para quem deseja aumentar a sensação de energia ou sofre com o cansaço e sensação de fraqueza constante. Confira mais detalhes sobre cada uma delas a seguir.

Renato Fernandes

Publicado e revisado pelo nutricionista Renato Fernandes, CRN9/22289.
Última atualização: 03/06/2024

Metodologia para avaliação

A equipe do Saúde Pulso testa pessoalmente cada produto apresentado em avaliações e guias. Fazemos aquisições de produtos de forma anônima e contamos com um grupo de analistas independentes. Assim, conseguimos obter experiências diretas e oferecer recomendações baseadas em dados reais. Saiba mais.

Melhores vitaminas para dar energia e disposição para comprar em 2024

Escolha
do Editor

ComplexoBBiogens

Complexo B
Biogens

Melhor
custo-benefício

VitaminaCAceviton

Vitamina C
Aceviton

3ª Melhor
Vitamina

VitaminaDVitafor

Vitamina D
Vitafor

1. Complexo B

Para começar a lista, temos o complexo B Metilfolato Biogens. Trata-se de um suplemento com todas as vitaminas do grupo B, que possuem um papel central no metabolismo energético do corpo. Disponível em cápsulas, é uma das opções mais apropriadas para esta finalidade.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de uma cápsula)

  • Calorias: 0
  • Tiamina: 2 mg
  • Riboflavina: 2,7 mg
  • Niacina: 35 mg
  • Ácido pantotênico: 5,6 mg
  • Biotina: 45 mcg
  • Vitamina B6: 6,5 mg
  • Metilfolato de cálcio: 614,86 mcg
  • Metilcobalamina: 9,9 mcg
  • Vitamina C: 90 mg
  • Zinco: 14 mg

2. Vitamina C

A vitamina C Aceviton Comprimidos Mastigáveis aumenta a energia porque consegue aumentar a síntese de l-carnitina, uma proteína que age diretamente na queima de gordura. Este processo faz com que o corpo produza mais ATP e melhore a disposição para atividades físicas e do dia a dia.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 2 comprimido)

  • Calorias: 0
  • Ácido ascórbico: 500 mg

3. Vitamina D

Vita D-3 da Vitafor é uma vitamina D eficiente em aumentar a energia e expulsar o cansaço do corpo. Ela permite uma absorção mais eficiente de cálcio e fósforo para os ossos e músculos, reduzindo aquela sensação de fadiga nos momentos de pico. Sem falar que é uma das marcas mais prescritas por especialistas.

Prós

Contras

Informações nutricionais (Porção de 0,5 gramas ou 1 cápsula)

  • Valor energético: 2 kcal
  • Gorduras Totais: 0,5 g
  • Gorduras Saturadas: 0,5 g
  • Vitamina D: 50 mcg

4. Coenzima Q10

A coenzima Q-10 Vitafor age exclusivamente no envio de ATP para a mitocôndria das células dos principais órgãos e sistemas do organismo como coração, rins, fígado e cérebro, sendo uma das mais indicadas para atletas e praticantes de atividade física intensa.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 1,5 g ou 2 cápsulas)

  • Valor energético: 7 calorias
  • Gorduras Totais: 0,8 g
  • Gorduras Saturadas: 0,6 g
  • Vitamina E: 10 mg
  • Coenzima Q-10: 200 mg

5. Ferro

O Ferro Quelato Bisglicinato Lauton Nutrition é um dos minerais mais importantes para aumentar a energia, melhorando o transporte de oxigênio em todo o corpo, oxidando a glicose e contribuindo para a geração de ATP para os músculos, principalmente na atividade física.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 0,5 grama ou 1 comprimido)

  • Ferro: 34 mg

6. Zinco

O Bisglicinato de Zinco Nutrify é uma boa opção para aumentar a energia e disposição devido às suas propriedades de degradar os carboidratos, principal nutriente da alimentação, para em seguida transformá-los em energia pelas vias metabólicas. Além disso, também protege as células contra o estresse oxidativo a curto e longo prazo.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 0,56 g ou 1 cápsula)

  • Calorias: 0
  • Zinco: 30 mg
  • Glicina: 66 mg

7. Magnésio

Magnésio Plus Vitafor atua no metabolismo da glicose e na síntese de adenosina-fosfato, proteínas e ácidos nucleicos. Isso significa que ele contribui diretamente para o aumento da oferta de energia e ATP, principalmente nos músculos, refletindo na melhora da disposição e prazer em fazer atividades cotidianas.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 2,46 gramas ou 3 cápsulas)

  • Calorias: 0
  • Magnésio: 350 mg
  • Vitamina B6: 1,7 mg

8. Cafeína

A Cafeína Dux Nutrition em cápsulas aumenta a oferta de energia para o sistema nervoso central, influenciando na redução do cansaço crônico e no aumento da disposição física e mental. Devido a isso, é ideal para atletas e desportistas que fazem treinos diários pesados e resistentes.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 0,75 g ou 1 cápsula)

  • Cafeína: 200 mg

9. Fosfatidilserina

A Fosfatidilserina da Vitafor é um multivitamínico formulado exclusivamente para aumentar a energia física e mental, com foco na memória e aprendizagem. Ele possui um blend de ômega-3, vitaminas e minerais, além de fosfatidilserina e colina, dois compostos que melhoram a cognição e promovem a saúde do sistema nervoso.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 3 gramas ou 2 cápsulas)

  • Valor energético: 12 kcal
  • Gorduras totais: 1,3 g
  • Gorduras saturadas: 0,3 g
  • Gorduras poli-insaturadas: 0,4 g
  • Ômega-3: 463 mg
  • EPA: 278 mg
  • DHA: 185 mg
  • Vitamina E: 10 mg
  • Vitamina B3: 20 mg
  • Vitamina B6: 12 mg
  • Vitamina B12: 4,7 mcg
  • Colina: 120 mg
  • Magnésio: 63 mg
  • Selênio: 50 mcg
  • Fosfatidilserina: 100 mg

O que são vitaminas energizantes?

Vitaminas energizantes são vitaminas, minerais ou compostos ativos que estimulam ou aumentam a produção de adenosina trifosfato (ATP) no corpo, permitindo a nutrição adequada das células e tecidos, que podem trabalhar de forma mais eficiente e reduzir o desânimo e a sensação de cansaço.

As vitaminas energizantes também aumentam a degradação de gorduras e carboidratos, acelerando o metabolismo energético e agindo em áreas importantes como cérebro, coração, pulmões e sistema circulatório.

Quais são as principais vitaminas que aumentam a energia?

As vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B5, B6, B7, B9 e B12) são as principais vitaminas para melhorar a energia e disposição, uma vez que estão envolvidas diretamente no metabolismo energético dos carboidratos, proteínas e gorduras.

Contudo, elas não são as únicas. A vitamina C e a vitamina D também proporcionam este efeito. Entre os minerais os destaques são o ferro, zinco e magnésio. Além disso, vários outros componentes funcionais são eficientes em aumentar a energia: coenzima Q-10, cafeína, fosfatidilserina e colina são alguns exemplos.

Como a deficiência de vitaminas afeta os níveis de energia?

A deficiência de vitaminas pode levar a uma diminuição significativa nos níveis de energia. Vitaminas como o complexo B, D e C são essenciais para processos metabólicos que produzem energia. A falta de vitamina B12, por exemplo, causa anemia, resultando em fadiga e fraqueza. Já a deficiência de vitamina D afeta a saúde muscular e óssea, contribuindo para a sensação de perda da força e capacidade de movimentar-se adequadamente.

Paralelo a isso, a vitamina C é fundamental para a absorção de ferro, outro componente vital para a produção de oxigênio e hemoglobina. Então, a baixa ingestão dessas vitaminas resulta em uma sensação geral de exaustão, prejudicando a capacidade de realizar atividades diárias.

Dessa forma, manter uma dieta equilibrada e rica em vitaminas, além de suplementar-se quando necessário, é essencial para sustentar níveis adequados de energia no decorrer do dia e principalmente na hora da atividade física.

Quais alimentos são ricos em vitaminas energizantes?

Os alimentos ricos em vitaminas energizantes são:

1. Complexo B:

  • Carne vermelha
  • Frango
  • Peixes (salmão, atum)
  • Ovos
  • Leite e derivados
  • Leguminosas (feijão, lentilha)
  • Nozes
  • Abacate
  • Espinafre
  • Batatas

2. Vitamina C:

  • Laranja
  • Morango
  • Kiwi
  • Abacaxi
  • Manga
  • Pimentão vermelho
  • Brócolis
  • Couve de Bruxelas
  • Tomate
  • Acerola

3. Vitamina D:

  • Salmão
  • Atum
  • Sardinha
  • Óleo de fígado de bacalhau
  • Gema de ovo
  • Cogumelos (expostos ao sol)
  • Leite fortificado
  • Iogurte fortificado
  • Queijo fortificado
  • Suco de laranja fortificado

4. Coenzima Q10 (Q10):

  • Carne de órgãos (fígado, coração)
  • Carne vermelha
  • Peixes gordurosos (salmão, atum)
  • Frango
  • Espinafre
  • Brócolis
  • Couve-flor
  • Nozes
  • Óleos vegetais (soja, canola)
  • Grãos integrais

5. Ferro:

  • Carne vermelha
  • Frango
  • Peixes
  • Feijão
  • Lentilha
  • Espinafre
  • Tofu
  • Sementes de abóbora
  • Quinoa
  • Brócolis

6. Zinco:

  • Carne vermelha
  • Frango
  • Ostras
  • Feijão
  • Nozes
  • Sementes de abóbora
  • Grão-de-bico
  • Queijo
  • Leite
  • Espinafre

7. Magnésio:

  • Amêndoas
  • Castanha-do-Pará
  • Espinafre
  • Sementes de abóbora
  • Sementes de girassol
  • Chocolate amargo
  • Abacate
  • Bananas
  • Tofu
  • Feijão-preto

8. Cafeína:

  • Café
  • Chá-preto
  • Chá-verde
  • Chá-mate
  • Chocolate amargo
  • Café descafeinado (em menor quantidade)
  • Guaraná
  • Bebidas energéticas
  • Refrigerantes de cola
  • Iogurtes com café

9. Fosfatidilserina

  • Soja
  • Peixes gordurosos (salmão, cavala)
  • Carne de órgãos (fígado)
  • Carne de frango
  • Grãos integrais
  • Leite e derivados
  • Ovos
  • Vegetais verdes (espinafre, couve)
  • Feijão-branco
  • Sementes de girassol

Leia também:

Suplementos vitamínicos são eficazes para aumentar a energia?

Os suplementos vitamínicos são eficazes em aumentar a energia somente quando apropriados. As pessoas que se alimentam mal ou não consomem uma grande variedade de frutas, verduras, legumes, proteínas e gorduras saudáveis são as mais beneficiadas com o seu uso.

No entanto, é possível fazer da suplementação um recurso complementar em momentos que exigem maior esforço físico e mental, como treinos ou estudos, mesmo que a sua alimentação já seja saudável.
A escolha do nutriente certo faz diferença no impacto das vitaminas no desempenho. Por exemplo, a cafeína não é tão apropriada para adolescentes e jovens menores de 18 anos, mas é uma das melhores escolhas para os adultos.

Em compensação, o complexo B é vital na infância e adolescência. Fatos como esses reforçam a importância de escolher o melhor vitamínico para cada caso em específico, evitando dosagens impróprias ou sem sentido.

Existem riscos ou efeitos colaterais ao tomar suplementos vitamínicos para energia?

O excesso no consumo e/ou erros de dosagem na ingestão podem trazer efeitos colaterais negativos em quem usa suplementos vitamínicos para aumentar os níveis de energia. Os mais comuns são:

Excesso de Cafeína

Insônia, nervosismo, inquietação, taquicardia, tremores, dor de cabeça, ansiedade, problemas digestivos, dependência e aumento da pressão arterial.

Excesso de Complexo B

Toxicidade, desorientação, danos nos nervos, vermelhidão, coceira e problemas hepáticos.

Excesso de Ferro

Hemocromatose (acúmulo de ferro nos órgãos), dores abdominais, constipação, náuseas, vômitos, danos no fígado e coração.

Excesso de Magnésio

Arritmia e parada cardíaca (superdosagem), diarreia, cólicas abdominais, náuseas.

Excesso de Zinco

Redução na absorção de outros minerais como cobre e ferro, náuseas, vômitos, perda de apetite, cólicas estomacais, diarréia e dores de cabeça.

Excesso de Vitamina C

Diarreia, náuseas, cólicas abdominais (muito raro).

Excesso de Vitamina D

Hipercalcemia (excesso de cálcio no sangue), fraqueza, náuseas, vômitos, dores ósseas, problemas renais, e calcificação dos tecidos.

Como escolher o suplemento vitamínico certo para aumentar a energia?

Primeiro é preciso verificar se não existe nenhuma deficiência vitamínica ou mineral, por meio do exame de dosagem sérica. Se tudo estiver bem, a escolha deve ser feita conforme os seus objetivos:

  • Aumentar a energia física: Q-10, ferro, zinco e magnésio.
  • Aumentar a energia mental: Vitamina C e D, cafeína, fosfatidilserina.
  • Melhorar a cognição e aprendizado: Cafeína, fosfatidilserina, complexo B.
  • Aumentar a disposição no dia a dia: Complexo B, vitamina C, D e zinco.
  • Promover a resistência muscular: Fosfatidilserina, magnésio, ferro e Q-10.

É importante que a escolha seja feita junto de um profissional de saúde, a fim de garantir um uso seguro e adequado às suas necessidades individuais.

Qual é a dosagem recomendada de vitaminas para aumentar a energia?

1. Complexo B

  • Adultos: 1 a 4 mg/dia (varia conforme o tipo específico de vitamina B).
  • Crianças e adolescentes: 4 a 5 mg/dia
  • Idosos: 1 a 4 mg/dia (ajustado conforme necessidades individuais e orientação médica)

2. Vitamina C

  • Adultos: 65 a 90 mg/dia
  • Crianças e adolescentes: 15 a 75 mg/dia (varia conforme a idade)
  • Idosos: 75 a 90 mg/dia

3. Vitamina D

  • Adultos: 600 a 800 UI/dia
  • Crianças e adolescentes: 400 a 600 UI/dia
  • Idosos: 800 a 1000 UI/dia

4. Coenzima Q10 (Q10)

  • Adultos: 30 a 200 mg/dia
  • Crianças e adolescentes: Consultar um médico para dosagem específica
  • Idosos: 30 a 200 mg/dia (podendo necessitar de ajustes conforme a saúde)

5. Ferro

  • Adultos: 8 a 18 mg/dia
  • Crianças e adolescentes: 7 a 15 mg/dia (varia conforme a idade)
  • Idosos: 8 mg/dia

6. Zinco

  • Adultos: 8 a 11 mg/dia
  • Crianças e adolescentes: 2 a 11 mg/dia (varia conforme a idade)
  • Idosos: 8 a 11 mg/dia

7. Magnésio

  • Adultos: 310 a 420 mg/dia
  • Crianças e adolescentes: 80 a 410 mg/dia (varia conforme a idade)
  • Idosos: 320 a 420 mg/dia

8. Cafeína

  • Adultos: Até 400 mg/dia (aproximadamente 3 a 4 xícaras de café)
  • Crianças e adolescentes: Contra-indicado
  • Idosos: Até 400 mg/dia (ajustado conforme tolerância individual)

9. Fosfatidilserina

  • Adultos: 100 a 300 mg/dia
  • Crianças e adolescentes: Consultar um médico para dosagem específica
  • Idosos: 100 a 300 mg/dia (podendo necessitar de ajustes conforme a saúde)

Referências bibliográficas