Melhores vitaminas para gestantes

Vitamina A, B9, B12, vitamina C, D, coenzima Q10, zinco e ômega-3 são as melhores vitaminas e suplementos para tomar durante a gestação. Este período da mulher é marcado por profundas transformações físicas e biológicas, o que explica a maior necessidade desses micronutrientes.

Após uma profunda análise nas principais marcas de vitaminas do mercado, nossa equipe selecionou as melhores opções para mulheres gestantes. Confira a seguir o que cada um desses produtos tem de especial e informações valiosas sobre a sua importância na gravidez.

Renato Fernandes

Publicado e revisado pelo nutricionista Renato Fernandes, CRN9/22289.
Última atualização: 30/05/2024

Metodologia para avaliação

A equipe do Saúde Pulso testa pessoalmente cada produto apresentado em avaliações e guias. Fazemos aquisições de produtos de forma anônima e contamos com um grupo de analistas independentes. Assim, conseguimos obter experiências diretas e oferecer recomendações baseadas em dados reais. Saiba mais.

Escolha
do Editor

VitaminaANowFoods

Vitamina A
Now Foods

Melhor
custo-benefício

VitaminaB12Nutrify

Vitamina B12
Nutrify

3ª Melhor
Vitamina

VitaminaB9TrueSource

Vitamina B9
True Source

1. Vitamina A

A suplementação com vitamina A é uma das mais indicadas na gestação, por evitar complicações na gravidez, impedir o parto prematuro, reduzir o risco de infecções na gestante e manter os níveis adequados da mãe e do feto. Níveis insuficientes de retinol neste período também aumentam o risco de baixo peso ao nascer e malformações congênitas. A vitamina A escolhida pela nossa equipe é a Vitamina A 10000 Ul Now Foods.

Prós

Contras

Informações nutricionais (1 cápsula)

  • Vitamina A: 300 mcg

2. Vitamina B12

O uso de vitamina B12 na gestação permite o crescimento adequado do sistema nervoso e neurológico do bebê. Ela também pode reduzir a ocorrência de enjoos e previne a má-formação cerebral do feto. Indicamos a vitamina B12 da Nutrify, que vem com 414% da recomendação diária de metilcobalamina.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 0,6 gramas ou 1 cápsula)

  • Vitamina B12: 9,94 mcg

3. Vitamina B9 (ácido fólico)

O ácido fólico é um dos suplementos obrigatórios durante a gestação, evitando defeitos no tubo neural da criança, contribuindo para a formação da placenta e reduzindo o risco de eclâmpsia (pressão alta) na gestante. Indicamos o True Source Metilfolato Vitamina B9, que vem com triglicerídeos de cadeia média e metilfolato, a forma mais biodisponível de B9.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 250 mg ou 1 cápsula)

  • Gorduras totais: 0,2 g
  • Gorduras saturadas: 0,2 g
  • Ácido fólico: 400 mcg

4. Vitamina C

Além de auxiliar na manutenção da imunidade em toda a gestação, a vitamina C evita o surgimento de anemia, por conseguir aumentar a absorção de ferro disponível nos alimentos e manter a produção de colágeno equilibrada. A indicação da nossa equipe é a vitamina C3 da Vitafor, única com 3 formas diferentes de vitamina C na mesma cápsula.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 2 cápsulas ou 2 gramas)

  • Vitamina C: 1916 mg

5. Vitamina D

Dentre os papéis atribuídos à vitamina D na gestação está o fortalecimento do sistema ósseo e muscular da mãe e o desenvolvimento de órgãos e tecidos no bebê. Além disso, ela evita problemas como diabetes gestacional e aborto espontâneo. A vitamina D indicada pela nossa equipe é a Vitamina D3 da Vitafor.

Prós

Contras

Informações nutricionais (Porção de 0,5 gramas ou 1 cápsula)

  • Valor energético: 2 kcal
  • Gorduras Totais: 0,5 g
  • Gorduras Saturadas: 0,5 g
  • Vitamina D: 50 mcg

6. Coenzima Q10

O uso de coenzima Q10 auxilia na melhora da disposição e energia durante os meses de gestação, tendo um impacto positivo na saúde da mãe e do bebê. Outros benefícios atribuídos a Q10 durante o período gestacional é a redução do cansaço e o suporte à saúde física e mental. Indicamos a Coenzima Q10 Vitafor 200 mg.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 2 cápsulas ou 1,5 grama)

  • Valor energético: 7 calorias
  • Gorduras Totais: 0,8 g
  • Gorduras Saturadas: 0,6 g
  • Vitamina E: 10 mg
  • Coenzima Q10: 200 mg

7. Zinco

O zinco durante a gestação estimula o crescimento do feto, otimiza a reparação tecidual e diferencia as células de cada sistema do corpo. Crianças que nascem com níveis adequados de zinco têm um desenvolvimento cerebral eficiente na primeira infância, contribuindo para o aprendizado em toda a vida. Indicamos o Bisglicinato de Zinco Nutrify, um dos mais orgânicos.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 0,56 g ou 1 cápsula)

  • Zinco: 30 mg
  • Glicina: 66 mg

8. Ômega-3

O uso de ômega-3 na gestação faz com que o coração do bebê se desenvolva saudável e forte. A saúde dos olhos também é beneficiada. Na mãe, o ômega-3 reduz a chance de depressão pós-parto e controla a produção de prostaglandinas, diminuindo o surgimento de processos inflamatórios. O ômega-3 Vitafor aparece como um dos mais prescritos, por isso também é a nossa escolha.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 4,5 gramas ou 3 cápsulas)

  • Valor energético: 20 kcal
  • Proteínas: 0,6 g
  • Gorduras totais: 3 g
  • Gorduras saturadas: 0,8 g
  • Gorduras monoinsaturadas: 0,4 g
  • Gorduras poli-insaturadas: 1,8 g
  • Ômega-3: 900 mg
  • EPA: 540 mg
  • DHA: 360 mg
  • Vitamina E: 10 mg

A suplementação vitamínica é necessária durante a gravidez?

Sim, a suplementação vitamínica na gravidez é obrigatória e deve ser feita conforme a orientação médica. Isso acontece pois durante a gestação as necessidades de vitaminas e minerais na mulher aumenta consideravelmente.

O risco de defeitos no tubo neural do feto e a prevalência de doenças como anemia, osteoporose, diabetes gestacional e pré-eclâmpsia em mulheres grávidas são os maiores motivos para tomar vitaminas neste período.

Além disso, bebês que receberam uma oferta adequada de vitaminas e minerais na gestação crescem de forma mais saudável e possuem facilidade na etapa de aprendizado e alfabetização.

Como as vitaminas descritas acima beneficiam a gravidez?

A vitamina A é essencial no desenvolvimento celular e na formação dos órgãos do feto. Ela também contribui para a visão, sistema imunológico e na integridade da pele da mãe e do bebê. Sua deficiência pode levar a complicações no parto e malformações fetais.

Já a vitamina B12 é fundamental na formação de glóbulos vermelhos e no desenvolvimento neurológico do feto, prevenindo a anemia na mãe e contribuindo para o bom funcionamento do sistema nervoso do bebê.

O ácido fólico evita defeitos no tubo neural do feto e está envolvido na formação do DNA e na divisão celular, sendo essencial nos primeiros estágios da gestação. Enquanto isso, a vitamina C fortalece o sistema imunológico da mãe, melhora a absorção de ferro e promove o desenvolvimento saudável da pele, ossos e tecidos da criança, atuando como um antioxidante e protegendo as células de danos.

A vitamina D é necessária na gestação para a absorção de cálcio e fósforo, fundamentais para a formação óssea do bebê, além de ser eficaz em prevenir complicações como pré-eclâmpsia e diabetes gestacional na mãe.

Paralelo a isso, a coenzima Q10 auxilia na produção de energia celular e tem propriedades antioxidantes. Durante a gravidez, melhora a função cardíaca e a circulação sanguínea, beneficiando tanto a mãe quanto o feto.

O zinco é um mineral importante no crescimento e desenvolvimento celular do bebê, auxiliando no funcionamento do sistema imunológico da mãe e na síntese de DNA e proteínas, essenciais para o desenvolvimento fetal.

Por fim, os ácidos graxos ômega-3, especialmente o DHA, são cruciais no desenvolvimento cerebral e ocular do feto, além de reduzirem o risco de parto prematuro e melhorar o humor e a saúde mental da mãe.

Quais alimentos são ricos em vitaminas essenciais para gestantes?

Além da suplementação obrigatória, é importante que a gestante consuma uma maior variedade de alimentos fontes de vitaminas essenciais nos 9 meses de gravidez. Veja alguns exemplos de alimentos ricos nesses nutrientes:

1. Alimentos ricos em vitamina A

  • Ovo
  • Leite e derivados
  • Fígado bovino
  • Cenoura cozida
  • Batata-doce
  • Abóbora
  • Espinafre
  • Acelga
  • Brócolis
  • Couve

2. Alimentos ricos em vitamina B12

  • Fígado bovino
  • Mexilhão cozido
  • Sardinha
  • Queijo muçarela
  • Leite integral
  • Ovo
  • Frango cozido
  • Atum
  • Trigo-sarraceno
  • Bebidas à base de soja
  • Cogumelos
  • Leguminosas germinadas

3. Alimentos ricos em vitamina B9

  • Espinafre
  • Feijão branco
  • Aspargos
  • Soja e derivados
  • Melão
  • Beterraba
  • Amendoim
  • Ovo
  • Fígado bovino
  • Quiabo
  • Feijão-preto
  • Farinha de trigo enriquecida

4. Alimentos ricos em vitamina C

  • Frutas cítricas (laranja, limão, manga, abacaxi, poncã)
  • Acerola
  • Pitanga
  • Pimentão amarelo
  • Brócolis
  • Couve
  • Goiaba
  • Mamão
  • Caju
  • Açaí
  • Morango
  • Repolho roxo

5. Alimentos ricos em vitamina D

  • Óleo de fígado de bacalhau
  • Salmão
  • Ovo cozido
  • Carnes e vísceras em geral
  • Sardinhas enlatadas
  • Manteiga
  • Peixes
  • Leite fortificado

6. Alimentos ricos em coenzima Q-10

  • Brócolis
  • Legumes verdes
  • Laranja
  • Morango
  • Peixes ricos em gordura
  • Carne de porco
  • Carne de frango
  • Couve-flor
  • Maçã
  • Abacate
  • Amendoim
  • Nozes
  • Pistache

7. Alimentos ricos em zinco

  • Carne de boi assada
  • Fígado de boi
  • Gérmen de trigo
  • Queijo Muçarela
  • Gergelim
  • Sementes de abóbora
  • Noz pecã
  • Aveia em flocos
  • Chocolate 70%
  • Arroz Integral
  • Tofu
  • Feijão cozido

8. Alimentos ricos em ômega-3

  • Sardinha
  • Atum
  • Peixes e frutos do mar
  • Linhaça
  • Chia
  • Nozes
  • Amêndoas
  • Semente de girassol
  • Cavalinha
  • Óleo de linhaça

Leia também:

Existem riscos associados ao uso de vitaminas durante a gravidez?

Sim, embora seja obrigatório, a suplementação de vitaminas na gravidez exige cuidados e atenção. Os excessos e dosagens erradas são tão prejudiciais quanto a deficiência. Sendo assim, é essencial seguir as recomendações do médico responsável pelo acompanhamento da gestante.

O excesso de vitamina A, por exemplo, pode causar defeitos congênitos, enquanto altas doses de vitamina D favorecem a hipercalcemia, prejudicando o coração e o sistema vascular.

Algumas vitaminas e suplementos podem interagir com medicamentos prescritos, afetando sua eficácia ou causando efeitos adversos. Então, é preciso informar o médico sobre todos os suplementos em uso. Todas os micronutrientes essenciais para gestantes devem ser consumidos conforme as recomendações das autoridades de saúde:

  1. Vitamina A: 770 mcg/dia
  2. Vitamina B12: 2,6 mcg/dia
  3. Vitamina B9: 600 mcg/dia
  4. Vitamina C: 85 mg/dia
  5. Vitamina D: de 400 a 2000 Ul/dia
  6. Coenzima Q-10: de 50 a 600 mg/dia
  7. Zinco: 12 mg/dia
  8. Ômega-3: de 2 a 3 gramas/dia

Referências bibliográficas