Melhores vitaminas para aumentar a imunidade

Para aumentar a imunidade, algumas vitaminas e minerais são particularmente importantes. Dentre elas podemos citar as vitaminas A, B, C, D, E, Curcumina, Zinco, Aminoácidos, Beta Glucana e Selênio.

Abaixo você confere as melhores opções de cada uma dessas vitaminas, testadas e selecionadas pela nossa equipe.

Renato Fernandes

Publicado e revisado pelo nutricionista Renato Fernandes, CRN9/22289.
Última atualização: 05/06/2024

Metodologia para avaliação

A equipe do Saúde Pulso testa pessoalmente cada produto apresentado em avaliações e guias. Fazemos aquisições de produtos de forma anônima e contamos com um grupo de analistas independentes. Assim, conseguimos obter experiências diretas e oferecer recomendações baseadas em dados reais. Saiba mais.

Melhores vitaminas para aumentar a imunidade para comprar em 2024

Escolha
do Editor

VitaminaANowFoods

Vitamina A
Now Foods

Melhor
custo-benefício

ComplexoBBiogens

Complexo B
Biogens

3ª Melhor
Vitamina

VitaminaCAceviton

Vitamina C
Aceviton

1. Vitamina A

A vitamina A escolhida pela nossa equipe foi a fabricada pela Now Foods, uma empresa reconhecida no mercado internacional de suplementos pela qualidade dos produtos. O produto auxilia na manutenção dos tecidos que revestem o organismo, promovendo uma função imunológica saudável.

Prós

Contras

Informações nutricionais (1 cápsula por dose)

  • Vitamina A: 3.000 mcg

2. Vitamina B

O complexo de vitaminas B da Biogens é ultra vegano com metilfolato, B9, metilcobalamina, B12, vitaminas B1, B2, B3, B5, B6, B7, vitamina C e zinco quelato. A marca utiliza matéria-prima importada, com fórmula livre de corantes.

Prós

Contras

Informações nutricionais ( 1 cápsula por dose)

  • Tiamina: 2 mg
  • Riboflavina: 2,7 mg
  • Niacina: 35 mg
  • Ácido pantotênico: 5,6 mg
  • Biotina: 45 mcg
  • Vitamina B6: 6,5 mg
  • Metilfolato de cálcio: 614,86 mcg
  • Metilcobalamina: 9,9 mcg
  • Vitamina C: 90 mg
  • Zinco: 14 mg

3. Vitamina C

A vitamina C da Aceviton é um suplemento alimentar em comprimidos mastigáveis que entrega 500 mg de vitamina C que auxilia na imunidade, sendo um aliado na prevenção de gripes e resfriados e melhorando a absorção de ferro.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 1 comprimido mastigável)

  • Vitamina C: 500 mg

4. Vitamina D

A Vitafor, uma das melhores fabricantes de suplementos do Brasil, entrega um produto com alta concentração de D3 por cápsula, com TCM (triglicerídeos de cadeia média) como veículo.

Prós

Contras

Informações nutricionais (Porção de 0,5 gramas ou 1 cápsula)

  • Valor energético: 2 kcal
  • Gorduras Totais: 0,5 g
  • Gorduras Saturadas: 0,5 g
  • Vitamina D: 50 mcg

5. Vitamina E

Com uma proposta de promover a saúde e prevenir doenças, a Catarinense entrega um produto com função antioxidante e anti-inflamatória, fortalecendo o sistema imunológico.

Prós

Contras

Informações nutricionais (1 cápsula por dose)

  • Vitamina E: 268 mg

6. Curcumina

Curcumina Plus é o suplemento da Vitafor antioxidante que auxilia no sistema imune, entregando 99% de curcuminoides, com extrato de cúrcuma longa. É fonte de vitamina E, B12 e selênio.

Prós

Contras

Informações nutricionais (1 cápsula por dose)

  • Vitamina E: 10 mg
  • Vitamina B12: 4,8 mcg
  • Selênio: 34 mcg
  • Curcumina: 130 mg

7. Zinco

Com uma fórmula clean label, vegana e com zero lactose, a Nutrify aposta em um produto que entrega 96 mg de bisglicinato de zinco livre de açúcar. é um auxílio na manutenção dos danos causados pelos radicais livres.

Prós

Contras

Informações nutricionais (1 cápsula por dose)

  • Zinco: 30 mg
  • Glicina: 66 mg

8. Aminoácidos

O Aminovita da Vitafor é um suplemento alimentar em pó que confere 6 g de aminoácidos por porção, com uma rápida absorção, sendo um produto vegano. São apenas 18 kcal por porção, utilizando adoçantes naturais.

Prós

Contras

Informações nutricionais (1 colher medida)

  • Valor energético: 18 kcal
  • Carboidratos: 3,4 g
  • Xilitol: 1,2 g
  • Proteínas: 1,5 g
  • Histidina: 151 mg
  • Triptofano: 200 mg
  • Metionina: 400 mg
  • Treonina: 600 mg
  • Lisina: 640 mg
  • Isoleucina: 800 mg
  • Fenilalanina: 700 mg
  • Valina: 900 mg
  • Leucina: 1.600 mg

9. Beta Glucana

A beta glucana é conhecida por apresentar efeitos positivos no organismo, melhorando o sistema imunológico e o equilíbrio da glicose. A Now Foods entrega um produto sem corantes artificiais, em cápsulas veganas, completado com ImmunEnhancer™ , um polissacarídeo de alto peso molecular extraído do larício que foi estudado por sua capacidade de promover uma resposta imunológica saudável.

Prós

Contras

Informações nutricionais (2 cápsulas por dose)

  • Beta-1,3/1,6-D-Glucano (Beta-Glucanos): 500 mg
  • ImmunEnhancer™: 400 mg

10. Selênio

Fabricado com matéria-prima de qualidade, o produto da Vitaminlife não contém glúten, corantes artificiais ou produtos alergênicos. É a escolha da nossa equipe para a suplementação de Selênio por também apresentar um bom custo-benefício.

Prós

Contras

Informações nutricionais (1 cápsula por dose)

  • Selênio: 200 mg

Quais são as melhores vitaminas para fortalecer o sistema imunológico?

As melhores vitaminas para fortalecimento do sistema imunológico são as A, D, B6, B9, B12, E, além de Zinco, Selênio e Beta Glucana.

Como as vitaminas listadas acima contribuem para a imunidade?

1. Vitamina C:

  • Ajuda a estimular a produção de glóbulos brancos.
  • Antioxidante potente que combate os radicais livres.
  • Fontes: laranjas, morangos, kiwi, pimentão, brócolis, espinafre.

2. Vitamina D:

  • Essencial para a ativação das defesas imunológicas.
  • Pode ajudar a reduzir o risco de infecções respiratórias.
  • Fontes: exposição ao sol, peixes gordurosos, fígado, gema de ovo, alimentos fortificados.

3. Vitamina E:

  • Outro antioxidante importante que ajuda a combater os radicais livres.
  • Ajuda a melhorar a resposta imunológica.
  • Fontes: nozes, sementes, espinafre, brócolis.

4. Vitamina A:

  • Mantém a integridade das células da pele e mucosas, que são barreiras de defesa importantes.
  • Contribui para a função dos glóbulos brancos.
  • Fontes: cenouras, batata-doce, espinafre, abóbora, fígado.

5. Vitamina B6:

  • Suporta as reações bioquímicas no sistema imunológico.
  • Necessária para a produção de anticorpos.
  • Fontes: frango, peixe, batatas, grão-de-bico, bananas.

6. Ácido fólico (Vitamina B9):

  • Importante para a produção e manutenção de novas células.
  • Ajuda na produção de glóbulos brancos.
  • Fontes: vegetais de folhas verdes, feijões, ervilhas, frutas cítricas.

7. Vitamina B12:

  • Essencial para a produção de glóbulos vermelhos e para a síntese de DNA.
  • Fontes: carne, peixe, lacticínios, ovos.

8. Zinco:

  • Essencial para o desenvolvimento e função das células imunológicas.
  • Fontes: Carnes, frutos do mar, nozes, sementes, legumes.

9. Selênio:

  • Ajuda a regular a resposta inflamatória no corpo.
  • Fontes: Castanha-do-pará, peixes, carnes, ovos, cereais integrais.

10. Beta Glucana:

  • Ativa células do sistema imunológico, como macrófagos, neutrófilos e células NK (natural killer), que são essenciais para a defesa contra patógenos.
  • Fontes: Aveia, cevada, cogumelos como shiitake e reishi, levedura de cerveja.

Leia também:

Quais alimentos são ricos em vitaminas essenciais para a imunidade?

1. Vitamina C

  • Frutas cítricas: laranjas, limões, tangerinas, toranjas
  • Kiwi
  • Morangos
  • Pimentões vermelhos e verdes
  • Brócolis
  • Couve

2. Vitamina D

  • Peixes gordurosos: salmão, atum, sardinha
  • Gema de ovo
  • Fígado de boi
  • Queijo
  • Alimentos fortificados: alguns tipos de leite, cereais e sucos

3. Vitamina E

  • Nozes e sementes: amêndoas, avelãs, sementes de girassol
  • Óleos vegetais: óleo de girassol, óleo de cártamo, óleo de soja
  • Espinafre
  • Brócolis

4. Vitamina A

  • Vegetais de cor laranja: cenoura, abóbora, batata-doce
  • Folhas verdes escuras: espinafre, couve
  • Fígado
  • Gema de ovo
  • Leite e derivados

5. Vitamina B6

  • Peixes: salmão, atum
  • Frango e peru
  • Grão-de-bico
  • Batatas
  • Bananas

6. Ácido fólico (Vitamina B9)

  • Folhas verdes escuras: espinafre, couve
  • Leguminosas: feijão, lentilhas
  • Frutas cítricas
  • Abacate
  • Aspargos

7. Zinco (não é uma vitamina, mas essencial para a imunidade)

  • Carnes vermelhas
  • Frutos do mar: ostras, caranguejo
  • Leguminosas: feijão, grão-de-bico, lentilhas
  • Sementes: abóbora, gergelim
  • Nozes: amêndoas, castanha de caju

A suplementação de vitaminas é eficaz para melhorar a imunidade?

A suplementação de vitaminas pode ser eficaz para melhorar a imunidade, especialmente em pessoas que têm deficiências específicas de certas vitaminas e minerais. No entanto, para a maioria das pessoas, uma dieta equilibrada geralmente fornece todas as vitaminas e minerais necessários para um sistema imunológico saudável.

Existem efeitos colaterais associados ao uso de vitaminas para aumentar a imunidade?

Se utilizados em excesso, os suplementos podem causar efeitos colaterais.

Vitamina C

  • Efeitos Colaterais: doses muito altas (geralmente acima de 2.000 mg por dia) podem causar diarreia, náuseas, cólicas abdominais e outros distúrbios gastrointestinais.
  • Risco de Cálculos Renais: altas doses crônicas podem aumentar o risco de formação de cálculos renais em algumas pessoas.

Vitamina D

  • Hipercalcemia: o excesso de vitamina D pode levar à hipercalcemia (altos níveis de cálcio no sangue), causando náuseas, vômitos, fraqueza, e problemas renais.
  • Efeitos Gastrointestinais: pode causar dor de estômago, constipação ou diarreia.

Vitamina E

  • Risco de Sangramento: doses elevadas de vitamina E (acima de 1.000 mg por dia) podem aumentar o risco de sangramento, especialmente em pessoas que tomam anticoagulantes.
  • Problemas Digestivos: pode causar náuseas, diarreia, cólicas estomacais e fadiga.

Vitamina A

  • Toxicidade: a ingestão excessiva de vitamina A pode ser tóxica, causando sintomas como náuseas, dor de cabeça, tonturas, dor nas articulações e pele seca. Em casos graves, pode levar a danos hepáticos e aumento da pressão intracraniana.
  • Efeitos Teratogênicos: altas doses durante a gravidez podem causar malformações congênitas.

Vitamina B6

  • Neuropatia: o uso prolongado de altas doses de vitamina B6 pode causar neuropatia sensorial, resultando em perda de sensação nas extremidades.

Ácido Fólico (Vitamina B9)

  • Mascaramento de Deficiência de B12: altas doses de ácido fólico podem mascarar a deficiência de vitamina B12, o que pode levar a danos neurológicos permanentes se não tratado.

Zinco (Mineral)

  • Efeitos Gastrointestinais: doses elevadas podem causar náuseas, vômitos, perda de apetite, cólicas estomacais, diarréia e dor de cabeça.
  • Interferência na Absorção de Outros Minerais: o excesso de zinco pode interferir na absorção de cobre e ferro, levando a deficiências desses minerais.