Melhores vitaminas para queda de cabelo

A queda de cabelo é um dos problemas que mais atingem a população mundial, principalmente diante do nível de estresse recorrente e da falta de vitaminas e minerais.

A equipe do Saúde Pulso separou as melhores vitaminas e minerais para que você faça a melhor suplementação.

Renato Fernandes

Publicado e revisado pelo nutricionista Renato Fernandes, CRN9/22289.
Última atualização: 31/05/2024

Metodologia para avaliação

A equipe do Saúde Pulso testa pessoalmente cada produto apresentado em avaliações e guias. Fazemos aquisições de produtos de forma anônima e contamos com um grupo de analistas independentes. Assim, conseguimos obter experiências diretas e oferecer recomendações baseadas em dados reais. Saiba mais.

Escolha
do Editor

VitaminaANowFoods

Vitamina A
Now Foods

Melhor
custo-benefício

ComplexoBBiogens

Complexo B
Biogens

3ª Melhor
Vitamina

VitaminaB9TrueSource

Vitamina B9
True Source

1. Vitamina A

A vitamina A é uma das mais indicadas para fortalecer os cabelos. Isso porque ela é uma das responsáveis pela produção de sebo a partir das glândulas sebáceas, um composto que mantém a espessuras dos fios e os mantém firmes, mesmo após atritos com a escova de pentear. Recomendamos a Vitamina A 10000 Ul Now Foods, uma das mais eficazes para este objetivo.

Prós

Contras

Informações nutricionais (1 cápsula em softgel)

  • Vitamina A: 300 mcg

2. Complexo B

O uso de complexo B para queda de cabelo promove não só um como vários benefícios de uma só vez. Cada uma das 9 vitaminas do grupo tem uma função específica: biotina, riboflavina, B5 e B12, por exemplo, previnem o envelhecimento dos fios e estimulam a produção de colágeno. Ao mesmo tempo, B3 e B7 evitam a perda da coloração e aumentam a circulação ao redor do couro cabeludo. Consideramos o complexo B Metilfolato Biogens uma ótima solução para a saúde capilar.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de uma cápsula)

  • Tiamina: 2 mg
  • Riboflavina: 2,7 mg
  • Niacina: 35 mg
  • Ácido pantotênico: 5,6 mg
  • Biotina: 45 mcg
  • Vitamina B6: 6,5 mg
  • Metilfolato de cálcio: 614,86 mcg
  • Metilcobalamina: 9,9 mcg
  • Vitamina C: 90 mg
  • Zinco: 14 mg

3. Vitamina B9 (ácido fólico)

O ácido fólico está envolvido na etapa de renovação celular do couro cabeludo, fazendo com que novos fios cresçam saudáveis e elásticos, prevenindo queda acentuada. Além disso, ele previne o aparecimento precoce de fios brancos. A recomendação da nossa equipe de vitamina B9 para queda de cabelo é o True Source Metilfolato.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 250 mg ou 1 cápsula)

  • Gorduras totais: 0,2 g
  • Gorduras saturadas: 0,2 g
  • Ácido fólico: 400 mcg

4. Vitamina C

A vitamina C previne a queda de cabelo pois aumenta a produção de colágeno e queratina, duas proteínas essenciais para a saúde dos fios. Nossa escolha de vitamina C para evitar a queda é a vitamina C Aceviton.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 2 comprimido)

  • Calorias: 0
  • Ácido ascórbico: 500 mg

5. Vitamina D

A vitamina D é importante para o crescimento e renovação dos fios, agindo como um estímulo para os folículos capilares, pequenos poros por onde os cabelos novos nascem. Indicamos a vitamina D3 Vitafor para prevenir quedas acentuadas de cabelo a longo prazo.

Prós

Contras

Informações nutricionais (Porção de 0,5 gramas ou 1 cápsula)

  • Valor energético: 2 kcal
  • Gorduras Totais: 0,5 g
  • Gorduras Saturadas: 0,5 g
  • Vitamina D: 50 mcg

6. Vitamina E

A vitamina E previne a quebra dos fios e os mantém hidratados, reduzindo as pontas duplas e a secura excessiva. Suas propriedades antioxidantes também mantém as células do couro cabeludo fortes e livres dos radicais livres. Nossa indicação para vitamina E para o cabelo é a Vitamina E Catarinense.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 1 cápsula)

  • Calorias: 0
  • Vitamina E: 268 mg

7. Ferro

Um dos principais sinais da deficiência de ferro é a queda de cabelo. A anemia provocada pela sua deficiência reduz a quantidade de oxigênio na região do couro cabeludo. Para quem precisa frear a queda de cabelo indicamos o Ferro quelato Bisglicinato Lauton Nutrition.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 0,5 grama ou 1 comprimido)

  • Ferro: 34 mg

8. Zinco

A produção de queratina e a formação do folículo piloso precisam da presença de zinco, caso contrário a saúde dos cabelos, pele e unhas fica totalmente comprometida. Consideramos o bisglicinato de zinco da Nutrify uma das melhores opções para evitar a queda de cabelo em homens e mulheres.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 0,56 g ou 1 cápsula)

  • Zinco: 30 mg
  • Glicina: 66 mg

9. Ômega-3

Além dos seus benefícios mais conhecidos, o ômega-3 também é uma opção para proteger a raiz e manter a hidratação do couro cabeludo. m ômega-3 de alta qualidade é o Ômega-3 da Vitafor, que possui vitamina E na sua formulação.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 4,5 gramas ou 3 cápsulas)

  • Valor energético: 20 kcal
  • Proteínas: 0,6 g
  • Gorduras totais: 3 g
  • Gorduras saturadas: 0,8 g
  • Gorduras monoinsaturadas: 0,4 g
  • Gorduras poli-insaturadas: 1,8 g
  • Ômega-3: 900 mg
  • EPA: 540 mg
  • DHA: 360 mg
  • Vitamina E: 10 mg

10. Selênio

Fechando nossa lista de melhores vitaminas para queda de cabelo temos o selênio. Este mineral é importante para evitar o surgimento de fios brancos e por aumentar a oferta de nutrientes e outras vitaminas nas fibras capilares. O Vitaminlife Selenium 200 Mcg é um dos mais indicados para frear a queda de cabelo; por isso, é uma das nossas recomendações.

Prós

Contras

Informações nutricionais (porção de 0,25 gramas ou 1 cápsula)

  • Selênio: 200 mcg

As vitaminas podem evitar queda de cabelo?

As vitaminas são fundamentais para manter a saúde dos cabelos, evitando quedas e promovendo um crescimento adequado. Deficiências vitamínicas são uma das principais causas de alopecia nas mulheres e estão relacionadas a casos de calvície precoce em homens.

Contudo, qualquer episódio recorrente de queda de cabelo deve ser analisado cuidadosamente, uma vez que as causas principais do problema podem ser outras. Nesse sentido, a realização de exames de dosagem sérica e a anamnese alimentar são extremamente importantes.

Os suplementos de vitaminas para queda de cabelo devem ser usados como um complemento, mas não substituem uma alimentação equilibrada e diversificada. As vitaminas que agem no couro cabeludo e nos folículos capilares não agem sozinhas, então é necessário que a ingestão de todas elas esteja alinhada.

Como as vitaminas ajudam a prevenir a queda de cabelo?

Após a sua ingestão por meio dos alimentos e suplementos, as vitaminas chegam no estômago e intestinos, onde enzimas e sucos digestivos as quebram em partículas menores.

Em seguida, cada partícula é absorvida pelas células da mucosa intestinal e levada até a corrente sanguínea. Circulando pelo sangue, a vitamina é distribuída para várias partes do corpo.

Quando chega ao couro cabeludo, a vitamina penetra nos folículos capilares. Quando isso acontece, a vitamina nutre as células, promovendo o crescimento e a saúde do cabelo. Esse processo é contínuo e depende da ingestão regular de nutrientes para manter a saúde capilar.

Porém, se a ingestão de vitaminas for insuficiente ou não conseguir chegar até os queratinócitos, a queda de fios começa a acontecer, pois a má nutrição e absorção compromete a preservação e manutenção das fibras capilares.

Quais alimentos são ricos em vitaminas que fortalecem o cabelo?

Os alimentos ricos em vitaminas que fortalecem o cabelo são:

1. Vitamina A

Cenoura, ovo, leite e derivados, fígado bovino, batata-doce, abóbora, couve, espinafre, brócolis, acelga, manga, mamão, caju, salsinha.

2. Complexo B

Carne vermelha, leite, ovos, fígado e vísceras, gérmen de trigo, peixes, banana-verde, biomassa de banana, abacate, cogumelo, amendoim, melão, sementes de abóbora.

3. Vitamina B9 (ácido fólico)

Espinafre, tofu, abacate, feijão, kiwi, laranja, farinha de trigo enriquecida, suco de tomate, arroz branco, couve de Bruxelas, ervilha, carne vermelha, fígado de frango e fígado bovino.

4. Vitamina C

Laranja, limão, abacaxi, pitanga, acerola, mamão, poncã, brócolis, tomate, goiaba, morango, pimentão amarelo, repolho roxo, batata-doce cozida.

5. Vitamina D

Luz solar, salmão, atum enlatado, sardinha, ovos, leite fortificado, cogumelos, queijos, fígado bovino, cereais integrais, suco de laranja, tilápia, óleo de fígado de bacalhau.

6. Vitamina E

Amêndoas, sementes de girassol, abacate, espinafre, avelã, azeite de oliva, amendoim, manteiga, manga, brócolis, vegetais verde-escuros, gema do ovo, fígado.

7. Ferro

Carne vermelha, peixes, ave, fígado bovino, feijão, lentilhas, carne moída, espirulina, semente de abóbora torrada, cacau em pó, grão-de-bico, pão de cevada, ora-pro-nóbis, pistache.

8. Zinco

Ostras, carne de peru, sementes de abóbora, carne bovina, lentilhas, amêndoas, sementes de gergelim, queijo cheddar, iogurte, cogumelos, gérmen de trigo, nozes, feijão cozido.

9. Ômega-3

Salmão, sardinha, linhaça, atum, nozes, chia, arenque, óleo de canola, óleo de linhaça, ostras, sementes de chia.

10. Selênio

Castanha-do-Brasil, sementes de girassol, sardinha, salmão, aveia, arroz integral, carne de peru, atum enlatado, farinha de trigo integral, feijão-preto.

Leia também:

A suplementação de vitaminas é eficaz em prevenir a queda de cabelo?

Sim, em casos cuja saúde dos fios encontra-se debilitada e as quedas são grandes, as vitaminas podem ser usadas para fortalecer os cabelos e prevenir a queda. No entanto, se a causa principal não for deficiência vitamínica, a suplementação trará outros benefícios, mas não irá tratar o problema.

Neste caso é importante realizar exames de dosagem de vitaminas pelo menos uma vez por ano e manter o médico bem informado sobre as demais alterações que podem estar acontecendo no corpo.

É importante saber que o uso de vitaminas para queda de cabelo deve ser feito por pelo menos 90 dias seguidos para um resultado eficaz e satisfatório. Além disso, é importante cuidar da alimentação e evitar alimentos inflamatórios ou remosos.

Existem efeitos colaterais ao tomar suplementos vitamínicos para o cabelo?

Quando feita sem orientação médica e nutricional, a suplementação de vitaminas para o cabelo pode ser prejudicial, principalmente quando feita em abundância. O excesso de vitaminas no corpo causa hipervitaminose, uma condição que favorece a toxicidade e alterações hepáticas.

Embora seja grave, a hipervitaminose é uma condição rara e pode ser detectada precocemente por meio de sintomas leves como dores de cabeça, náuseas, adormecimento nas mãos e braços e sensação de cansaço. Entretanto, todas as nossas recomendações são marcas seguras e respeitam os limites toleráveis máximos (Ul) preconizados pelas organizações de saúde ao redor do mundo.

Referências bibliográficas